29 de janeiro de 2008

Deputados entram numa fria... literalmente falando!


Recebo diariamente boletins da agência da Câmara, Senado, da maioria dos MPs do país, Câmara dos Vereadores das principais capitais. Hoje recebi uma notícia que mereceu destaque no blog. Peço especial atenção dos leitores à brilhante afirmação de Jorginho Maluly ao justificar o porquê do atraso da comitiva.

Os parlamentares que fazem parte da Frente Parlamentar em defesa do Proantar (Programa Antártico Brasileiro) estão encalhados na Antártida. Os 12 deputados e 1 (um) senador estão hospedados na base chilena esperando pelo embarque em um vôo que seguirá para o Chile e depois para o Rio de Janeiro.

O retorno pode acontecer a qualquer momento, conforme informações da Marinha. Tudo dependerá da melhora das condições climáticas.

A frente Parlamentar acompanha o trabalho desenvolvido na Estação Antártica Comandante Ferraz, sede do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), a convite da Marinha do Brasil. O objetivo é incentivar a troca de informações e o apoio logístico à estação.
A delegação é composta por Renato Casagrande (PSB-ES); Ricardo Tripoli (PSDB-SP), Moreira Mendes (PPS-RO), Lelo Coimbra (PMDB-ES), Colbert Martins (PMDB-BA), Edmilson Valentim (PCdoB-RJ), Paulo Teixeira (PT-SP), Jorginho Maluly (DEM-SP), Maria Helena (PSB-RR), Fábio Ramalho (PV-MG), Luciano Pizzatto (DEM-PR), Fernando Chucre (PSDB-SP) e Vinicius Carvalho (PTdoB-RJ).

Jorginho Maluly informa que os parlamentares estão bem e esperam retornar ainda hoje (28/01) ao Brasil. "Infelizmente aqui as condições climáticas são muito radicais, elas se alteram em termos de visibilidade. Por isso, não foi possível ainda o pouso da aeronave que vem do continente", afirma brilhantemente o parlamentar.

O Proantar integra o programa antártico mundial e custa cerca de R$ 20 milhões. O Brasil está no programa há 25 anos e conta com vários pesquisadores de todo o Brasil. “No futuro, só terão direito a participar do Conselho Mundial de Gestão do Programa Antártico Mundial as nações que tiverem envolvidas na defesa desse continente. É nesses projetos e o Brasil está envolvido e com muita competência" afirma Jorginho Maluly.


Fonte da notícia: Agência Câmara





3 comentários:

Arthurius Maximus disse...

Deus é bom demais não acha?

Pra ficar melhor, só mesmo com a queda do avião e só o pessoal da FAB se salvando.

Dmitry disse...

depois de ler o título do post e o primeiro parágrafo fiquei esperançoso de que viria um escândalo sem chance de defesa por parte dos deputados.

mas ao final do texto só posso reiterar o desejo de arthurius pois nossos deputados precisam de um susto

Anônimo disse...

Ola amigo criei um blog chamado muraldodireito.blogspot.com e estou a procura de autores para postar juntamente comigo, e outros advogados e estudantes. Se estiver interessado add rodolfojus@hotmail.com