3 de outubro de 2008

Juiz decide sobre guarda de cachorro

Depressão canina.

Shakira estava sendo maltratada. A vizinha viu tudo e resolveu tomar providências: pediu a guarda na Justiça. Não estou falando da cantora Shakira e sim de uma cadela boxer de propriedade de Paulo Magessi.

Marlene Louveira Cavalcanti da Silva, compadecida da situação do animal que segundo ela estava confinado há quase um ano em uma varanda externa de 12m², recebendo refeições apenas à noite quando via o dono, Marlene entrou na Justiça pedindo a guarda da cachorra, que devido às condições em que vivia acabou entrando em depressão. Depressão canina, vejam só!

Antes que os defensores dos direitos dos animais venham em defesa de Shakira e Marlene, adianto que não sou contra esse tipo de iniciativa, apesar de que se a intenção fosse realmente punir o agressor e providenciar um destino para a cadela, a vizinha deveria ir até a polícia fazer um B.O e denunciar ao Ministério Público para que este tomasse uma providência. Claro que existia um interesse pessoal no animal, uma vez que a vizinha chegou ao ponto de contratar detetive particular e juntar aos autos DVDs e fotos do animal e de suas condições, o que também não pode ser condenado.

O fato é que o Judiciário tão sobrecarregado não deveria se ocupar com este tipo de providência. A falta de um órgão administrativo que detenha autonomia para autuar e apreender animais domésticos que estão sofrendo maus tratos proporciona esse tipo de inconveniência.

De qualquer maneira, as provas juntadas nos autos comprovam que a autora da ação tinha realmente interesse, afetivo ou não, e portanto, se utilizou de um meio legítimo e óbvio para lutar por um bem que lhe interessava: afinal, segundo o código civil animais são bens semoventes e o Judiciário não pode escolher sobre o que decide ou não.

O Juiz Antônio Aurélio Abi-Ramia Duarte, da 7ª Vara Cível do Rio, acolheu os argumentos de Marlene e concedeu liminar para a destituição imediata da posse da boxer Shakira, que foi transferida a Marlene. Segundo o magistrado, "as condições em que o animal é mantido são inadequadas, por várias razões. Inicialmente, o mesmo é colocado em área com espaço reduzido, tendo pouca área de circulação, o que fere minimamente suas condições de sobrevivência. As fotos comprovam a forma como o animal está sendo cuidado, recebendo efeito de toda condição climática, sem local apropriado para suas necessidades fisiológicas."

Um final feliz para a história: pelo menos por enquanto, pois se trata de uma decisão liminar e portanto provisória.

Interessante seria se a grande maioria da população fosse tão consciente quanto Marlene e resolvesse denunciar e tomar a frente em casos que merecem muito mais atenção, como caso de maus-tratos a idosos ou crianças. Existem milhares de crianças vivendo em "condições inadequadas", mantidas em "espaço reduzido e com pouca área de circulação", recebendo efeito de "toda condição climática", recebendo bofetes, espetadas de garfo, queimaduras de pontas de cigarro. Na maioria dos casos os vizinhos sequer denunciam ao conselho tutelar - "não é da minha conta" é um argumento fortíssimo nestes casos.

Pedir guarda de crianças maltratadas? Qual o que?!! Crianças dão muito trabalho, comem demais, crescem e não demonstram fidelidade abnegada, peculiar dos caninos à seus donos. É mais fácil para o brasileiro se compadecer e correr em defesa de um animal maltratado que buscar ajuda para uma criança obrigada a pedir esmolas em um sinal ou para um idoso que recebe petelecos pelo simples fato de ainda estar vivo, quando todos já contavam que ele estivesse morto.

O brasileiro tem uma estranha noção de responsabilidade social.

40 comentários:

Luciana disse...

Como advogada da autora Sra Marlene devo esclarecer e me pronunciar sobre alguns apontamentos. Quanto ao procedimento adotado, assim foi feito com base na situação limite em que se encontrava a cadela. Ademais, já tramita junto ao JECRIM da Barra da Tijuca ação penal oriunda de denuncia junto ao MP de outra vizinha que não Sra. Marlene.
E por fim, a iniciativa da Sra. Marlene em recorrer ao Judiciario com o fim de salvaguardar a integridade física de Shakira foi propiciada pela própria condição da Autora, como expectadora de um espetaculo diario de sadismo. E seu interesse ou vinculo afetivo que se desenrolou em nada tem a ver com politica social ou governamental, pois ao apontar o mesmo interesse por crianças e idosos maltratados, significa reportar-se a um problema social que foge a responsabilidade social individual. Se ha crianças e idosos maltratados, isso já é resultado de politica governamental que nao investe em prerrogativas basicas como EDUCAÇÃO. O interesse da Sra. Marlene nao é mero melindre tampouco tem motivação futil. Assistir a prática de maus tratos sem nada fazer, tendo meios para tal, é omissão, inércia. E já se sabe que animais domesticos nao são tratados como coisa.
" A grandeza de uma nação e seu progresso moral podem ser julgados pela maneira pela qual são tratados seus animais" (Gandhi)

Têmis disse...

Cara Dra. Luciana,

Não leve a matéria como uma crítica a iniciativa da sua cliente, porque não foi. Em momento algum eu digo que se tratou de uma motivação fútil ou outra coisa qualquer. Pelo contrário: eu disse que não é reprovável e que ela fez uso do instrumento que tinha.

A crítica foi ao sistema como um todo, que não disponibiliza um orgão administrativo (como tem o IBAMA para animais silvestres) competente para agir nesses casos e impedir que o judiciário se mobilize para isso.

A senhora como advogada tem o direito e o dever de defender os interesses de sua cliente - esta é sua função inclusive legal. Eu como advogada que vê seus clientes aguardarem ante um judiciário abarrotado tenho o direito de me revoltar diante da falta deste orgão administrativo e o julgamento de um caso dessa natureza. É um direito constitucional meu, correto?

Crianças e idosos fogem à esfera individual... são responsabilidade governamental... animais não. Interessante tese da qual não comungo.

De qualquer forma cada um tem o direito de ter o pensamento que quiser e a opinião que quiser.

Sua cliente não foi ofendida nem tampouco a sua iniciativa. Foi uma crítica geral a atitude do brasileiro de jogar para baixo do tapete as coisas feias e lutar por coisas não tão urgentes. Opinião pessoal em um blog pessoal. Estou no meu direito e a senhora e sua cliente também.

Obrigada pelos esclarecimentos e pelo comentário.

Têmis disse...

... apenas complementando: Ghandi como bom indiano que era acreditava realmente nisto. Eu, de outra feita, acredito que grandeza de uma nação e seu progresso moral podem ser julgados pela maneira pela qual são tratados seus HOMENS, CRIANÇAS E MULHERES!

Afinal, tratar bem seus animais enquanto seus cidadãos morrem pelas vielas não me parece retrato de progresso moral mas sim de inversão de valores e de prioridades.

Saco Cheio disse...

Cara rábula canina,

Esses governos são mesmo umas bostas, não são? Deixam os pobres bichinhos à mercê de tarados psicopatas que lhes colocam coleiras, dão ração de cachorro pra eles comerem (bleah!) e são incapazes de levá-los a um spa para relaxarem. Cambada de criminosos!

Como dizia o grande filósofo existencialista Antonio Rogério Magri, ao ser pego em seu carro oficial passeando com a cadelinha Orca: "Cachorro também é gente!", logo, possuem seus Direitos Humanos.

Nossos amados animaizinhos são inclusive, dotados de inteligência e educação muito acima dos nojentos humanos. Estão aí os exemplos do Rin-tin-tin, Lassie, Beethoven, Bingo e tantos outros.

Que se danem os pivetes, órfãos e velhos gagás! Esses trastes são responsabilidade do Governo! Eles que abanem o rabo, façam cara de deprimidos e procurem um dono que lhes deêm casa, comida e atenção, ou então, vão todos pra porta do Lula (que também é bicho...).

A Sra. Marlene, com certeza como toda boa solteirona sem filhos, tem todo o direito de entulhar o Judiciário à vontade, pois estão lá para isso mesmo. Até habeas-corpus pra macaco já deram! Ressalte-se que os bairos da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes são mundialmente reconhecidos como habitados por pessoas humildes, de grande vocação para as causas sociais e filantropos por excelência, pelo menos para os quadrúpedes caninos, pois lá proliferam Hotéis, Spas e Salões de Beleza de Primeiro Mundo exclusivamente para nossos irmãos fiéis e dedicados.

Aliás, gostaria de um meio de contato com V.Sª. para que pudesse defender o Rambo, um pitbull de um amigo meu, que vem sendo vítima de perseguição política e religiosa apenas pelo mero fato de destroçar os pestinhas que o importunam, em clara ofensa aos seus direitos constitucionais de defesa da propriedade, liberdade de crença, liberdade de expressão, liberdade de ir e vir e...liberdade de morder, é claro!

Ô Themis, vê se pára de implicar com os bichinhos e com socialites solteironas! Vai procurar um inocente pra defender ou um criminoso pra acusar! A advocacia canina é uma especialização nobre em vias de obter uma cátedra em Yale. A causídica Dra. Luciana presta um serviço de extremo valor para a sociedade brasileira ao pugnar pela elevação dos valores morais e éticos nacionais, pelo menos no que tange ao trato com os animais.

Espelhe-se no progresso moral e na grandeza da Índia, país de Gandhi, onde as vaquinhas são sagradas e seu povo vive em harmonia com elas. Tá bom que morrem de fome e as ruas são todas cagadas, mas isso é detalhe...

Anônimo disse...

Prezado:

A iniciativa de resgatar este animalzinho deveria merecer uma estátua à autora da ação. Cães Boxer, sem exceção, são considerados dóceis e afetivos, com adultos e crianças. Horroriza a qualquer um que tenha alma e valores o tratamento desumano dispensado à esta cadela. Acho lamentável, apenas, a menção ao interesse de posse do animal, como se este fosse superior à denúncia de maus tratos. Quanto à comparação com crianças abandonadas, devemos cobrar esta fatura da Igreja Católica no Brasil. Até hoje, a CNBB boicotou todos os esforços para um planejamento familiar.

Anônimo disse...

Quanto ao que o SACO CHEIO escreveu, acho deplorável sua resposta, me enojaram os argumentos que usou e vê-se bem seu nível humano (humano?), o que incluem os animais, meio ambiente e sociedade, tudo devidamente integrado, o que deveria ser o correto. Não conheço a srª Marlene que mora no Rio e eu em Brasília, mas acompanhei à distância o caso desde o início, por e-mail, onde fui informada desse mal-trato. Após isso, acompanhei muito sofrimento da mesma que era obrigada a testemunhar os maus-tratos, o que mexe com qualquer ser-humano e o que este SACO CHEIO nem deve imaginar o que isso significa, usando de forma leviana e falsa a situação de crianças sem lar, o que o ANÔNIMO tão bem respondeu (assino embaixo, sobretudo quanto ao absurdo de proibirem preservativos! Um escândalo!) e ao qual eu adicionaria que INFELIZMENTE adoções no País são bastante complicadas, cheias de burocracias absurdas, o que faz muita gente esperar anos na fila. Usar esse argumento soa, no mínimo, covarde.
E quanto à ela ser solteirona, enquanto lia o caso que vem se desenrolando há meses, eu soube que ela é casada, tem filhos, netos e nada tem a ver com sua classificação de (sic) solteirona e socialite. De socialite, ela nada tem, porque é uma guerreira, pelo que venho acompanhando de seus e-mails há meses. Infelizmente não a conheço pessoalmente, mas me daria prazer de conhecer pessoa desse nível! Não li cada palavra sua, SACO CHEIO, e não sei se há mais termo que você usou demonstrando total falta de conhecimento da srª Marlene, porque, como escrevi, eu fiquei ENOJADA de ler algo desse nível de frieza e ironia.
Que você tenha retorno merecido da vida por ser tão ruim.
E quanto ao texto inicial, igualmente covarde a falta EXPLÍCITA de assinatura do mesmo e a expressão INCONVENIÊNCIA nos âmbitos jurídicos, o que demonstra também a qualidade do ser-humano que o dissertou.
Lamentável. Sim, é seu blog, mas espero que saiba ser, PELO MENOS, democrática, permitindo este meu comentário, embora você tenha colocado panos quentes em algo tão contundente que afirmou em seu texto, como a srª disse: assunto inconveniente para a justiça.
Lamentável que haja pessoas que ainda não entenderam que animais racionais (alguns, como sabemos, são muito menos racionais que os próprios irracionais, neste mundo cruel, odne o ser-humano o destróicom guerras e estragos ao meio-ambiente) e irracionais SÃO PARTE DE UM TODO INTEGRADO E NÃO SÃO SEPARADOS, portanto eles têm direito ao respeito!!!! Ingorância e pobreza de alma é entenderem que são assuntos separados e não afzem parte da justiça!!!!!

Sandra (Brasília)

Têmis disse...

Sandra,

Não modero meus comentários. Aqui escreve quem quer e lê quem também quer.

Sua opinião é respeitada, mesmo não sendo acatada. Respeito a tua opinião, como também respeito a do saco cheio, do anônimo, e de qualquer outro que venha comentar.

Contudo ressalto que se trata de uma opinião pessoal em um blog pessoal. Se não gostou... azar. Está no seu direito democrático como estou no meu.

Desumano amiga Sandra é ver clientes pedindo alimentos há anos e esperando a morosidade da justiça enquanto seus filhos passam necessidade de comida, alimentos e remédios.

Desumano é ter um cliente completamente inválido aguardar o julgamento há mais de 4 anos de seu caso para passar a receber uma pensão e consequentemente continuar o sustento de sua família, o que já não pode mais fazer pois está em uma cama fazendo necessidades em fraldas.

Eu posso listar "n" situações desumanas, cara Sandra, decorrentes do abarrotamento do Judiciário. São situações verídicas que presencio frequentemente. Não são parte de situações hipotéticas, contos de fadas ou defesa hipócrita pelo meio ambiente e fauna brasileira.

Falando em estrago do meio ambiente... tenho certeza que a senhora anda de carro à GASOLINA OU ALCOOL NÃO É MESMO? É desse comportamento hipócrita que estamos falando.

Desumano Sandra é ver o Judiciário abarrotado enquando um caso que poderia ser decidido administrativamente, como é o da Marlene, não o foi pela simples falta de um órgão competente para tal.

Não critico a atitude de Marlene, que assim como outros tantos brasileiros buscam no judiciário a solução para seus problemas. Só fico me perguntando - E É UM DIREITO CONSTITUCIONAL MEU - quantas crianças no sinal ela já viu e quantas ela se dispos a ajudar, mesmo que não seja pedindo a guarda.

Será que se Shakira fosse uma criança ela pediria a guarda?

A sua opinião sobre meu blog - que diga-se de passagem ajuda dezenas de PESSOAS gratuitamente todos os dias - não me interessa.

No mais, obrigada pelo comentário desnecessário, que só serviu para ilustrar ainda mais a hipocrisia de alguns brasileiros.

SOFIA W. disse...

Que quantidade absurda de absurdos acabei de ler, meu Deus!!!! Que gente é essa???? Já conhecia esse caso superficialmente, mas fiquei abismada com as coisas que li... Que se danem esses medíocres!!! O povo sofre, o povo é triste, o povo é oprimido. Quer saber, sem mais delongas, FODAM-SE!!!!!!!!!!! Aprendam a se informar (sim, porque ignorância e falta de cultura são duas coisas completamente diferentes!!!!!), aprendam a contestar, aprendam a lutar pelos seus direitos, aprendam a brigar pelo certo, aprendam a ler jornais e assistir noticiários, ao invés de assistirem e jogarem futebol, pular carnaval e torcer por olimpíadas, por Copa, quando e única vez que sentem orgulho de empunhar a bandeira brasileira!!! Se estivessem muito incomodados, que começassem uma revolução, mas não... Todos os bares estão lotados, tem $$$ prá cervejinha, foda-se o resto... Então, que se dane o povo, eles que APRENDAM A VOTAR!!!!!!!!! Sou pobre, ralo na minha clínica pra pagar minha dívidas e uso um Uno, carro popular, nada tenho de elite, sou povo, também! Nem sei o que vestem ou como vivem os/as socialites, citado/as pelo SACO CHEIO em seu comentário degradante, porque não posso gastar com supérfluos. Não posso me dar ao luxo disso, porque tenho muitas contas pra pagar e um marido policial militar, então vocês têm idéia de quanto ele deve ganhar! Absurdo não é esse caso, absurdo é ter que ler no jornal que ROSINHA GAROTINHO foi eleita prefeita de Campos com nada mais, nada menos que 79% de votos e Clarisse Garotinho ser eleita vereadora, isso é um absurdo!!!!! Não dá prá entender como as pessoas podem ser desse jeito... E eu tenho que ter pena do povo?????? Ah, tenha santa paciência, né?????
Revejam seus conceitos, srª Têmis e SACO CHEIO!

Drª Sofia Weiner

Kleber Jacinto disse...

Não sou "Dr", não tenho argumentos "legais" para discutir a questão... mas sou humano e acho que isso me qualifica... vocês já houviram a expressão "um erro não justifica outro"??? pior do "perder tempo" salvando a Shakira é absorver um monte de banqueiros e políticos que nos roubam todos os dias, mas a justiça não se ocupa com isso?? quantos abeas corpus já foram concedidos no meio da noite a banqueiros, e quantos pais de família não passaram a noite presos por não terem a mesma facilidade?? num país justo a justiça deve existir para todos, inclusive para as milhões de "Shakiras" que existem por aí... a mesma sociedade que critica o resgate da Shakira (por julgar ser uma causa com mérito, mas de importância menor) é a que ignora o tráfico de drogas, as chacinas, as mortes no transito... "não aconteceu comigo, deixe quieto"... "quando acabar o jornal nacional e começar a novela das 8 o mundo volta ao normal" pensam muitos, inconscientemente. Um país que não respeita a vida de "Shakiras", pouco se importa com a vida de Pedrinhos, mariazinhas e outras tantas crianças que perambulam pelas ruas... as pessoas, a justiça, tem de "começar por algum canto", inclusive com a Shakira.
Aos que criticam o judiciário, cabe lembrar que juízes, são formados em direito como muitos de vocês inclusive o ilustre redator deste blog (me parece), portanto vocês estão falando de seus pares, se há sujeira, pense se VOCES limparam os pés antes de entrar... Parabens dona Marlene, parabens Dra Luciana, fazer o que está ao nosso alcance é o mínimo que podemos fazer para melhorar a vida de todos

Sandra (Bsb) disse...

Parabéns, sr. Kleber Jacinto, pela dissertação sobre o caso que farei questão de levar a alguns, pois traz contundente equilíbrio de análise, o que faria muito facilmente, com justiça e por mérito, que o sr. fosse o redator deste texto sobre o caso. Independente de eu ser a favor de um lado ou de outro, o que o sr. escreveu merece ser lido por muitas pessoas, o que providenciarei, devido ao nº grande de contatos que tenho a favor, indiferente ou contra nosso posicionamento.
Bastante contundente, equilibrado e sensato, o que faltou no texto e resposta do sujeito que se assina SACO CHEIO, o que se vê por aí e por sua forma de se expressar ironicamente, o nível "humano" da "pessoa".

Abaixo, os trechos da resposta do Sr. Kleber Jacinto que calam a boca de qualquer um, a meu ver. Quem ainda quiser contra-argumentar isto é porque está só a fim de polemizar pra "agitar", o que nem comentarei, porque não valeria a pena e estou aqui apenas p/ aplaudi-lo ou adicionar algo que valha a pena, não bater boca.

"(...)num país justo a justiça deve existir para todos, inclusive para as milhões de "Shakiras" que existem por aí... a mesma sociedade que critica o resgate da Shakira (por julgar ser uma causa com mérito, mas de importância menor) é a que ignora o tráfico de drogas, as chacinas, as mortes no transito...

(...)Um país que não respeita a vida de "Shakiras", pouco se importa com a vida de Pedrinhos, mariazinhas e outras tantas crianças que perambulam pelas ruas... as pessoas, a justiça, tem de "começar por algum canto", inclusive com a Shakira.

(...)se há sujeira, pense se VOCES limparam os pés antes de entrar..."

Obs.: quanto ao que a Drª Sofia Weiner respondeu, entendo a revolta em sua resposta, porque realmente BOTECOS nas regiões mais carentes estão sempre cheios e dinheiro pra dançarem funk ali sempre há! Usarem crianças pra "trabalharem", pedindo esmolas pra eles, seus pais, sempre há também, mas, para estes últimos, a justiça não permite que as crianças sejam retiradas pra tão esperada adoção de tantos casais (homo e hetero) e solteiros. Engraçado, pra não dizer bastante irônico: pra casal homossexual, por exemplo, há um pudor e polêmica danada, mas a criança ficar exposta à violência familiar (de surras ou de cunho sexual) e aos perigos da rua, não há pudor e faz-se de conta que não os estamos vendo pelas ruas, a cada semáforo ou nas bocas de fumo, servindo de transportadores da droga ou consumidores da mesma. Não, não se pode retirá-los à revelia....há todo um trâmite legal a ser seguido.
Quando se fala de justiça animal, muitos INCONVENIENTES levantam a bandeira das crianças abandonadas, como um disco riscado, mas o que fazem para cooperar: adotam??? Não! A maioria continua votando em ratos humanos. Nem precisa citar nomes de ratos humanos que não deveriam, mas voltaram à vida pública, mesmo após escândalos. Isso, sim, é INCONVENIENTE! É um escândalo, é um absurdo!! E a deplorável burocracia pra adoções continuará esta MER** com essas mer** no poder! Portanto, não me venham com ideologias baratas e repetitivas, porque isso não cola na presente e supra-citada situação!
Essa burocracia, essas defesas baratas de quem nada faz e bandeiras levantadas pra bradar aos 4 ventos que devia se preocupar com crianças e não com animais, justiça tem que ser onipresente, total, cega, imparcial. Então, quem brada aos 4 ventos essa bandeira de "antes as crianças abandonadas, que animais"....pensem nos que vocês votam, no que vocês põem no poder, na orgia de ratos que se reúnem para votar mais aumento em seus vultosos salários e nems e lembram de facilitar a vida dessas crianças, para as devidas e urgentes adoções.

AH, FAÇA-ME O FAVOR!!!!!! ISSO, SIM! ISSO É IN-CON-VE-NI-EN-TE!!!!!

Se determinadas pessoas se importassem realmente com isso, não estranhariam e, inclusive, apoiariam a defesa dos animais, como no caso da Srª Marlene (lembrando o SACO CHEIO, uma srª CASADA, COM FILHOS, NETOS E NADA SOCIALITE COM MUITA COISA PRA FAZER!) e fariam algo pra mudar a realidade de ambos os casos, já que, como tão bem disse sr. Kleber, país justo é o que aplica a justiça para TODOS.
Isso que é INCONVENIENTE: separar a justiça!

Sandra (Brasília)

Têmis disse...

Aviso aos comentaristas: este é um blog pessoal e eu, como dona, me reservo no direito de não permitir palavras de baixo calão.

As opiniões são SEMPRE respeitadas, sejam favoráveis ao texto ou não. Comente, concorde, discorde, critique, dentro da polidez e da razoabilidade. Afinal, como operadora do direito aprendi a amar o bom debate.

Contudo, informo que os comentários feitos - a partir desta NOTIFICAÇÃO - que contenham palavrões serão sumariamente DELETADOS.

SOFIA W. disse...

É disto que eu falava....admito que com IRA.
O texto se auto-explica.
Depois, o "povo" reclama que o País põe criatura do nível do Lula na presidência e que muita coisa está errada no País e que quem procura alguma forma de justiça, como no caso da Shakira, está sendo "inconveniente". Culpa DELE, DO POVO que elege esta corja! Então não reclamem, calem a boca e procurem se informar de forma decente sobre em quem estão votando. Enquanto isso, ainda vamos viver na lama, tanto na área da educação, da saúde, quanto da segurança (falta de). No entanto, é aquilo: não reclamem, pois a culpa é de vocês!

Fonte: http://br.eleicoes.yahoo.com/artigo/07102008/25/politica-ong-50-dos-vereadores-fichas-sujas-se-reelegeram.html

ONG: 50% dos vereadores 'fichas-sujas' se reelegeram
Agência Estado


Levantamento da ONG Transparência Brasil mostra que metade dos vereadores "fichas-sujas" que concorriam à reeleição em 19 capitais conseguiu se reeleger. Segundo a entidade, dos 75 parlamentares com pendências judiciais, 37 mantiveram seus mandatos. De acordo com a ONG, em Belo Horizonte, Fortaleza, Palmas, Cuiabá e Boa Vista, todos os candidatos com pendências na Justiça Eleitoral ou sanção no Tribunal de Contas foram reconduzidos ao cargo.

Na capital mineira, três foram reeleitos e nas outras capitais só um era "ficha-suja". Os paulistanos reelegeram nove dos 12 candidatos com pendências judiciais. Na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, três dos cinco vereadores conseguiram manter seus cargos. Em Salvador, só dois dos seis candidatos saíram vitoriosos das urnas. Já os eleitores de João Pessoa, Porto Alegre, Curitiba, Porto Velho e Recife não reelegeram nenhum "ficha-suja".
(...)
"Temos o caso de uma vereadora presa que foi eleita no Rio (Carminha Jerominho, do PT do B) e nove vereadores que mantiveram o cargo em São Paulo. Não dá para ficar satisfeito", lamentou Angélico.
(...)

Sofia Weiner

inês de lima vieira disse...

DRA. TÊMIS,O QUE MUITO ME CAUSA ESTRANHEZA É A SENHORA COMO ADVOGADA QUE DIZ SER,SE OPOR QUANDO A JUSTIÇA SE FAZ PRESENTE E MAGNIFICAMENTE ATUANTE A UM SER TOTALMENTE INDEFESO E QUE VINHA A UM LONGO TEMPO SOFRENDO MAUS TRATOS POR SEUS "DONOS",QUANDO DEVERIA SER O CONTRÁRIO E DAR PARABÉNS A ESSE JUIZ QUE TEVE SENSIBILIDADE E VERDADEIRA NOÇÃO DO QUE É FAZER JUSTIÇA.
RESPONDENDO A SUA PREOCUPAÇÃO,SOBRE A JUSTIÇA SE OCUPAR COM UM ANIMAL,DEVO LHE PEDIR,PRA QUE VOLTE UM POUCO LÁ NOS PRIM´´PRIMORDIOS,QUE A SRA. VAI LER QUE O ESTADO É O TUTOR LEGAL DE TODOS OS ANIMAIS,POR TANTO,O QUE O EXCELENTÍSSIMO JUIZ FEZ,NADA MAIS FOI QUE,FAZER O ESTADO ASSUMIR SUA RESPONSABILIDADE.
NÃO ME ADMIRO QUE A SRA. NÃO SEJA EXCESSÃO DA SUA ESPÉCIE(RAÇA HUMANA),POIS, O HOMEM TEM COMO NATURAL,A PRESUNÇÃO DE PENSAR QUE O UNIVERSO GIRA EM TORNO DELE E PRA ELE E, SE NEGA AO FATO QUE TODAS AS ESPÉCIES,AQUI EXISTÊNTES,FORAM CRIADAS PARA VIVEREM EM HARMONIA,SE REPEITANDO MUTUAMENTE,PORQUE TODOS TÊEM O MESMO DIREITO A VIDA E DIGNIDADE.
A RESPEITO DOS IDOSOS E CRIANÇAS,QUE A SRA. SE MOSTROU MUITO PREOCUPADA,DEVO CRER QUE A SENHORA FAZ A SUA PARTE,ASSIM COMO A SRA. MARLENE,(QUE PASSEI A ADMIRAR MUITO).POIS O CONTRÁRIO,A TORNARIA MAIS UMA DEMAGOGA,QUE DITA O QUE OS OUTROS DEVEM FAZER,MAS NÃO FAZ.
CULPAR O ESTADO OU MUNICÍPIO,OU NO CASO DA SRA. MARLENE,PORQUE FEZ A PARTE DELA POR UM ANIMAL(A QUEM EU RESPEITO MUITO) E NADA FAZER,EU DENOMINO DE HIPOCRESIA.POR TANTO,SE VERDADEIRAMENTE A SRA. SE PREOCUPA COM QUEM DIZ,FAÇA A SUA PARTE,QUE JÁ VAI MELHORAR UM BOCADO!!!MAS NÃO SE INCOMODE COM QUEM JÁ FAZ A SUA!!!
MAI UM ESCLARECIMENTO,QUE TALVEZ A DIGNÍSSIMA NÃO SAIBA.O EXMO.JUIZ,NÃO SE BASEOU SÓ POR PALAVRAS OU ESCRITAS,MAS,EM PROVAS VISUAIS(VÍDEOS)QUE MOSTRA QUE A CADELA SHAKIRA FICAVA EXPOSTA,POR DIAS, A CHUVA E FRIO , CHORANDO E GEMENDO E,AÍNDA,ERA ISOLADA TOTALMENTE DA FAMÍLIA QUE HOJE DIZ SENTIR SUA FALTA.
E ISSO NÃO ACONTECIA SÓ EM PERÍODO DE TRABALHO E ESTUDO,MAS TAMBÉM QUANDO A FAMÍLIA PASSAVA DIAS FORA.
SEM MAIS E,NA GRANDE ESPERANÇA QUE A SRA. TENHA UMA BOA NOITE DE SONO PARA QUE REFLITA EM TUDO QUE FOI DITO E COM ISSO REVEJA SEUS CONCEITOS...

Fernanda Meccia disse...

Bem,não vou me estender muito...

Assino embaixo TUDO o que Inês de Lima
Vieira,disse. Dou meus PARABÉNS,a este
maravilhoso Juiz,a Dra. Luciana,e a Marlene
Cavalcanti! Quem sabe,este é o 1º passo
para que mudem as leis,(que não existem
e se existem,não são cumpridas),em defesa
aos animais neste país![b] E quero viver,para
ver um dia os animais do nosso Brasil,serem
tão DEFENDIDOS e RESPEITADOS,quanto os
do U.S.A.[/b] Lá sim,dá gosto! Também pudera,
é um país civilizado,do 1º mundo! Quem sabe
um dia,chegaremos lá!

[b]COM CERTEZA,ESTA FOI UMA VITÓRIA,QUE
FICARÁ NA HISTÓRIA! Afinal,temos que falar
por "eles"... SOMOS A VOZ DE QUEM NÃO TEM!
[/b]

Fátima disse...

A Inês disse tudo.
Eu fui à manifestação na porta dos donos da Shakira e saí de lá horrorizada com tanta mentira que seus donos contaram.
As crianças gostam tanto da cadela que quase que a degolaram no portão da garagem pois pareciam ter nojo de carrega-la.
Era visível que eles armaram o "circo" nquele momento.
O Sr. Paulo teve a coragem de dizer que ela criava do jeito que ele bem entendesse e que cachorro não é gente.
Sua frase foi infeliz porque agora ficou provado que a justiça existe e que cachorro tb é um ser vivo.
Tiro meu chapéu para a Sra. Marlene que não abandonou essa luta mesmo depois de todo mundo dar a causa como perdida.
Só espero que a justiça seja feita e que a Shakira agora que está tendo todo o carinho que nunca teve, não seja obrigada a voltar para o inferno e ser penalizada com isso tudo.

CAES ,GATOS...NATUREZA disse...

SER HUMANO ,ANIMAL RACIONAL,AONDE ESTAO?DIA A DIA ESTOU PROCURANDO.
E SAO TAO POUCOS QUE ACHEI,CADELAS ESTRUPADAS,CAES ESFAQUEADOS ,E UM PIT VAMOS MATAR.NAO ME VENHA VOCE SACO CHEIO FALAR DE UM SER HUMANO
VERDADEIRO,QUE FEZ DENTRO DA LEI
TODO O PÓSSIVEL PARA SALVAR UM ANIMAL DE MAUS TRATOS.E SOMENTE UM CAO E ISSO? E UM SER VIVO .QUE PRECISA DE AMOR E CARINHO
PARABENS !!!!!!! QUEM LUTOU E CONSEGUIU A VITORIA...

Fei disse...

Primeiro acredito que temos espaço para todos que quiserem ajudar, pois somos milhões de brasileiros e se cada um de nós ajudasse o que mais nos identificamos, com certeza não teríamos tantas crianças, idosos, animais maltratados.

Segundo pela Lei qualquer animal é tutelado pelo Estado, por isso termos que ir via Ministério Público para conseguirmos lograr exito na causa animal.

Terceiro acredito que o Juiz ao conceder a liminar para retirada da cadela, tenha também concordado que a mesma não estava sendo "bem tratada".

Vc não deve passar dias preso num espaço de 12m2 para saber o que a cadela sentia, animal esse que precisa de espaço para se exercitar, principalmente por ser uma cadela de porte médio para grande.

Então, caso esteja contra a atitude da Sra Marlene, vc poderia pedir a guarda de uma, de tantas crianças, que sabemos estarem sendo maltratadas nesse momento que escrevo.

Anônimo disse...

um boxer é um animal domesticado hibrido que vem dos lobos,selecionado para a caça de animais selvagens ,em média vive 10 anos
seu cérebro pesa 60 gramas
um ser humano vive 70 anos
seu cérebro pesa 1350 gramas
e não tem limites

Anônimo disse...

algumas pessoas vivem no mundo das fadas e preferem campos verdes com
vacas e ovelhas a floresta virgem,
de vida animal só querem a seda e o colorido das borboletas

jovemacho disse...

é verdade isso é um bacanal que
deprava e suja os anais do judiciario

DR. J. ADAD disse...

ILMA. TÊMIS, ACHO SUA IDÉAI MARAVILHOSA EM SE PREOCUPAR COM AS CRIANÇAS E IDOSOS, PORTANTO PODERIA TER ESSA INICIATIVA AO INVÉS DE CRITICAR A SRA. MARLENE E SUA BRILHANTE ADVOGADA, DRA. LUCIANA. COMO A SRA. DEMONSTRA CLARAMENTE NÃO SE PREOCUPAR COM OS ANIMAIS, INCLUSIVE, COLOCANDO-OS NUM PLANO SECUNDÁRIO, DEIXE ISSO PARA QUEM REALMENTE TEM AMOR POR ELES. A SENHORA NÃO DEVERIA ESTAR PERDENDO TEMPO EM CRITICAR AS AÇÕES DAS BOAS PESSOAS NUM CONTRA-SENSO DE SUA OMISSÃO. O JUIZ QUE DEFERIU A MEDIDA LIMINAR FOI BRILHANTE, DEMONSTRANDO SEU NOTÓRIO SABER JURÍDICO E SUA AVANÇADA SENSIBILIDADE HUMANA, POIS CONSEGUIU COLOCAR-SE NO LUGAR DAQUELA CADELA, SEM VÊ-LA COMO ANIMAL E SIM COMO UM SER VIVO. LAMENTÁVEL O SEU INOPORTUNO COMENTÁRIO E "VERDADEIRA DEMAGOGIA", POIS QUEM VÊ UMA CADELA COMO APENAS UM SER MOVENTE, NÃO ME CONVENCERÁ QUE NÃO VÊ UMA CRIANÇA ABANDONADA COMO UMA SIMPLES ESTATÍSTICA. PARABÉNS A SRA. MARLENE POR TODA SUA DEDICAÇÃO E SOLIDARIEDADE E SUCESSO A BRILHANTE ADVOGADA DRA. LUCIANA, POR SEU NOTÓRIO DESEMPENHO JURÍDICO.

RIO DE JANEIRO, 09 DE OUTUBRO DE 2008.

J.ADAD

ADVOGADO E ACIMA DE TUDO, SER HUMANO.

Têmis disse...

Caro Dr. J. Adad,

Primeiramente esclareço que apaguei um dos seus comentários pois ele foi duplamente publicado, primeiro com sua ID e depois como anônimo.

Segundo, NÃO SOU EU QUE CONSIDERO O ANIMAL UM BEM SEMOVENTE. Ele é um bem semovente por força do artigo 82 do Código Civil. Tenho certeza que o senhor conhece, ou não? Não preciso lembrar que o código está em vigor não é mesmo?

Vou refrescar a sua memória: São bens móveis os bens suscetíveis de movimento próprio. Como não conheço nenhuma cadeira "andante" ou carro que se dirija sozinho, teimo em acreditar (e os demais juristas também) que o legislador se referiu a cavalos, vacas, e outros animais que são livremente comercializados e as vezes até mesmo abatidos para consumo, não é mesmo?

Ainda, se não fosse um bem não poderia ser vendido, ou estou errada? Se não me engano um filhote da raça boxer, sem pedigree é vendido no mercado por R$ 300,00.

A crítica do artigo foi ao fato de não termos um órgão administrativo que resolva esse tipo de problema - maus tratos de animais. Aliás não entendo o porquê da revolta: os defensores dos animais deveriam ser os primeiros a lutar por um orgão autônomo que pudesse resolver de forma rápida esse tipo de problema.

Não critiquei a competência profissional da Dra. Luciana, que aliás foi a única que comentou o artigo E NÃO A AUTORA DO ARTIGO. A lisura e polidez da causídica demonstra bem sua competência de argumentação. Ela aqui veio, colocou suas ponderações de uma forma educada e polida, o que não ocorreu com o restante dos comentaristas que mais se preocuparam em criticar meu pensamento que expor o seu próprio.

Agora já que a comparação com "crianças" e "idosos" causou tanto mal estar eu modifico a comparação: será que se fosse um vira-latas sarnento ela pediria a guarda? Aliás, quantos animais mal tratados pela sociedade são adotados? O Sr. tem essa informação? Com quantos animais de rua a Sra. Marlene cruzou e quantos ela tentou adotar?

Eu posso dizer que tenho 3 e já cuidei de outros tantos, providenciando inclusive esterilização do meu próprio bolso para viabilizar a adoção. O fato de ter animais e de ter afeto por eles não muda o fato que perante a legislação brasileira eles são BENS e portanto podem ser comercializados - comprados, vendidos.

Abomino maus-tratos. Abomino a falta de solução administrativa para isso. Mas abomino ainda mais o atolamento do judiciário e as inúmeras ações que vemos aguardarem anos e anos nos "conclusos" dos cartórios.

Minha opinião não mudou a despeito dos comentários aqui postados.

J. ADAD disse...

ACABEI ESQUECENDO DE ESCLARECER ALGO. SRA. TÊMIS PARA SEU CONHECIMENTO A DEPRESSÃO CANINA EXISTE SIM, BEM COMO A GRAVIDEZ PSICOLÓGICA. CONTUDO, ALGUNS SERES HUMANOS JAMAIS CONSEGUIRÃO ENTENDER ISSO E ATÉ CHEGAM A IRONIZAR A COISA (COMO A SENHORA). GOSTARIA MUITO DE SABER O QUE A SENHORA REALIZA DE CONCRETO PARA AS CRIANÇAS E IDOSOS, POIS A SENHORA MARLENE E SUA ADVOGADA MOSTRARAM. SRA. TÊMIS, NÃO SEJA APENAS UMA CRÍTICA POR QUERER SER DIFERENTE, MAS SIM POR CONHECIMENTO DE CAUSA. A SRA. QUE LEVA UM NOME TÃO BELO, TÊMIS (A DEUSA DA JUSTIÇA), FILHA DE GAIA (MÃE TERRA) E DE URANUS (O MAIS VELHO DEUS SUPREMO)E IRMÃ DE CRONUS (DEUS DO TEMPO), JUSTIFIQUE A ORIGEM. SEJA GRANDIOSA COMO A MÃE TERRA, SÁBIA COMO O TEMPO PARA PODER FAZER VALER A JUSTIÇA E ASSIM SE APROXIMAR AINDA MAIS DO MAIS VELHO DEUS SUPREMO, DEUS!!!

RIO, 09 DE OUTUBRO DE 2008


J.ADAD

inês de lima vieira disse...

MAIS UMA VEZ A ILMA DRA. TÊMIS,FOI INFELIZ NO COMENTÁRIO QUE FEZ REFERIDO SE A SRA. MARLENE,QUANDO NO SEU PONTO DE VISTA QUER FAZER CRER AS PESSOAS, QUE A SRA. MARLENE FEZ O QUE FEZ PORQUE A CADELA EM SOFRIMENTO SE TRATAVA DE UMA RAÇA COM VALOR COMERCIAL.
RESPONDENDO A ISSO,DEVO LHE INFORMAR QUE A SRA. MARLENE MANTÊM COM AJUDA FINANCEIRA UM ABRIGO COM MAIS DE 200 CÃES,TODOS RETIRADOS DE RUA EM ESTADO LASTIMÁVEL E, LÁ,A DRA. TÊMIS,SE QUISER DAR O PRAZER DE SUA VISITA E ATÉ LEVAR UM SACO DE RAÇÃO OU MEDICAMENTOS,SERÁ MUITO BEM RECEBIDA,E TAMBÉM VERÁ ANIMAIS DE TODAS AS RAÇAS,POIS PRA NÓS SERES HUMANOS(QUE AMAMOS INCONDICIONALMENTE) ,NÃO EXISTE RAÇA,E SIM,VIDAS EM SOFRIMENTO E PRECISANDO SEREM SOCORRIDAS.
ALHÁS,A NOBRE DRA.JÁ DEVE TER ARRANHADO O DISCO NA INSISTÊNCIA DE QUERER JUSTIFICAR A SUA TOTAL AUSÊNCIA DE NOÇÃO DE JUSTIÇA E SENSIBILIDADE E,COM ISSO, DEFENDER OS DONOS ANTERIOR DA CADELA SHAKIRA,AFASTANDO-SE DO MOTIVO REAL QUE MOVEL TODO ESSE PROCESSO,QUE FOI A QUESTÃO DE MAUS TRATOS SOFRIDOS POR ESSE SER.
NO TANGENTE AOS ORGÃOS EXISTÊNTES EM NOME DOS ANIMAIS, NÃO FUNCIONAREM PARA O QUE FORAM CRIADOS,DOU A DRA. TODA RAZÃO E, COMO SINTO QUE ESSE É UM ASSUNTO QUE A PREOCUPA MUITO,FAÇO APARTIR DE AGORA UM CONVITE PRA QUE A ILMA. DRA.ENTRE COM A GENTE NESSA BRIGA.DESDE JÁ,GARANTO QUE VAMOS DESCOBRIR MUITA SUJEIRA JOGADA PRA DEBAIXO DO TAPETE,QUE TAL???????!!!!!

Têmis disse...

Mais uma vez vamos lá...

J Adad, meu nome não é temis mas sim meu pseudônimo. Sou atéia mas sempre gostei de mitologia grega que ilustra bem como os homens criam seus deuses: a sua imagem e semelhança.

Prezada Inês

A resposta jurídica foi dada ao advogado J. Adad. Citei o valor do cachorro para ilustrar o artigo 82 do CCB que DIZ expressamente que cachorros, gatos e outros animais são BENS, gostando ele ou não.

Que eu saiba MAUS TRATOS foram o motivo do processo crime, pois é assim que este tipo de coisa deve ser tratado. O processo civil sem dúvida foi um interesse da sra Marlene no animal, nem que seja para protegê-lo dos supostos maus tratos.

E pela milésima vez eu não defendi os antigos donos da cachorra. Leia o post antes de comentar. Eu critico a falta de um órgão administrativo que seja responsável pela apreensão e posterior disponibilidade para adoção, para que esse tipo de processo não caia no judiciário.

E a todos os comentaristas, caso não saibam, usar capslock, ou caixa alta ou melhor LETRA MAIÚSCULA significa GRITAR. Ninguém gosta de grito não é mesmo? Então sejamos polidos.

Comentários "gritados" serão a partir de agora sumariamente DELETADOS. Aqui é lugar para discussão e não para FALTA DE EDUCAÇÃO, gostem vocês do meu posicionamento ou não.

inês de lima vieira disse...

estamos ficando íntimas!!!,mas vamos lá.o fato de eu ter postadoos comentários em letras maiúsculas,não foi usando da intenção de gritar,como a a sra. falou,e sim,por desconhecer esse fato.mas também acho engraçada a sua reclamação . querendo se colocar como uma pessoa polida e fanzendo o mesmo e, aínda, com conhecimento.
aqui estar só um trecho seu,dentre outros:
<"Comentários "gritados" serão a partir de agora sumariamente DELETADOS. Aqui é lugar para discussão e não para FALTA DE EDUCAÇÃO, gostem vocês do meu posicionamento ou não.">
quando digo e afirmo, que seu posicionamento aqui é puramente em favor donos anteriores da shakira,é porque o seu posicionamento até o presente momento,não diz o contrário.
quanto a sua preocupação com a omissão dos orgãos destinados as causas animais em desafogar o judiciário,a proposta que fiz, da dra. entrar nessa briga com a gente,está de pé!!.
agora se está irada porque a sua intenção,quando usou esse blog era colher opiniões favoráveis as suas e, o tiro saiu pela culatra,hihihihihi,ahahahahahah!!!!
eu estou me lixando pra isso!!!
obs:já está querendo fugir do que a sra mesmo criou.eu chamo isso de covardia!!!!

inês de lima vieira disse...

só uma coisinha que esqueci de falar,
temos uma coisa em comum,eu também sou atéia.

Têmis disse...

Queridíssima Inês,

Este é um blog pessoal e a intenção não era colher opiniões favoráveis mas sim exprimir o meu entendimento aos leitores que frequentam o blog. Você caiu de para-quedas amiga. Tua opinião, apesar de respeitada, não me interessa.

O espaço para comentários é para que se comente a MATÉRIA (gritei) e não a AUTORA (gritei). Me chamar de covarde não embasa seus argumentos.

Eu já demonstrei minha opinião. Você a sua. Ponto final. Não quero ser deselegante, mas com certeza você já o foi.

Irada... quem entrou gritando e comentando a autora e não a matéria foi você Inês. Quem está irada com minha opinião é você, e não conseguindo me convencer da sua causa ultrapassou os limites da polidez e razoabilidade.

Como eu disse, é um blog pessoal e serve para expressar minhas idéias e para responder gratuitamente as dúvidas das PESSOAS que me procuram.

Outro comentário de ataque direto à autora será deletado sumariamente.Não porque estou irada. Não porque sou ditadora, mas sim porque essa discussão já passou para o lado pessoal e você deixou, há muito tempo, de comentar a matéria. Isso aqui não é casa da mãe Joana.

Não bato boca Inês. Tenho mais o que fazer. Vá cuidar de seus animais, amiga.
Sem mais.

Renata disse...

Primeiro PARABÉNS às sras. envolvidas, Sra.Marlene e Dra. Luciana Moisakis. É uma pena que alguém não ache legítimo a preocupação com seres vivos, que sofrem e sentem como nós. Pior ainda é ofender essas pessoas que tiveram a coragem e a dignidade de denunciar, com material devidamente comprobatório e meios legais. Todo ser vivo merece respeito e nenhuma vida é inferior a outra. Geralmente quem é omisso com animais, o é também em suas relações pessoais. E sim, maus tratos é crime, tanto para crianças, adultos, idosos ou animais. Todos têm direito à vida. E feliz é aquele que pode dormir com a consciência tranqüila, que não fecha os olhos perante à dor alheia. Gostaria de lembrar que opinião, todos tem a sua, mas defender um crime _sim, maus tratos é crime_ é preocupante e indica conivência.

inês de lima vieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
inês de lima vieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Saco Cheio disse...

Nossa! Deu a louca na cachorrada!!
Aí Têmis, seu blog é até bem interessante e útil, mas a frequência é tenebrosa, hein?!

Não pretendia postar mais nada pois considero que comentário em artigo de blog é um só e chega, mas tendo em vista a quantidade astronômica de asneiras ditas, não resisti.

É mulher misturando a cachorra da Rosinha com a cachorra da Dona Marlene; "adevogado" de porta de Delegacia que não conhece o Código Civil (nem o que é caps lock); gente que comprou o PC com o bolsa-família e entulha a Internet com baboseiras (e também não sabem o que é caps lock); dondocas de Brasília sustentando seus poodles com dinheiro público...enfim, se eu fosse voce eu moderava todos os comentários e só deixava passar os pertinentes.

Afinal, blog dos outros não é consultório psiquiátrico para mulheres mal amadas fazerem catarse de suas neuras nem passarela para desfile de boçalidades.

Que fiquem no Orkut ou Yahoo onde tem muito espaço para descerebrados desse tipo.

Uma sugestão para os que acham que "todo ser vivo merece respeito e nenhuma vida é inferior a outra": Parem de comer!!! Afinal até os vegetais são considerados seres vivos. E da próxima vez que tiverem uma pneumonia, tuberculose, septcemia, AIDS ou corrimento vaginal, não tomem antibióticos pois bactérias, fungos, vírus e parasitas em geral também são seres vivos e merecem respeito, não sendo em nada inferiores ao infectado.

HAJA SACO!!!

INÊS DE LIMA VIEIRA disse...

em resposta ao que se designa de saco cheio(saco,bôca e mente,cheios de M...)DEVO INSTRUÍ-LO QUE OS VEGETAIS,NÃO SENTEM DOR E NÃO PENSAM,POR SEREM DESTITUÍDOS DE SISTEMA NERVOSO(NEORÔNIOS)e, por isso,nós vegetarianos o comemos sem culpa.
o sr. saco cheio de M...,por suas atitudes e palavras,está mais p/ a classificação de vegetal(acéfalo),com uma diferênça,OS VEGETAIS TEM UMA UTILIDADE MUITO GRANDE.

ANTES DE SE FALAR DE UM ASSUNTO,É BOM QUE SE TENHA CONHECIMENTO PRA NÃO FALAR ASNEIRAS!!!!

Têmis disse...

Aviso aos comentaristas (novamente...)

Existem entre os blogueiros e leitores de blog em geral algumas regrinhas de etiqueta que devem ser mantidas. Para aqueles que não conhecem, lá vai uma regrinha de ouro: os comentários deverão se ater ao assunto da matéria postada.

Troca de "gentilezas" não serão toleradas. Isso aqui não é fórum de discussões. Posso até abrir um para que os comentaristas briguem entre si, mas o local dos comentários não é apropriado.

Trocando em miudos: se querem fazer barraco, troquem endereço de email e reduzam isso às suas caixas de entrada. Peço a gentileza de não sujarem blog alheio com discussões de cortiço.

Os demais comentários nessa linha serão apagados sumariamente - o que quer dizer SEM QUALQUER AVISO PRÉVIO - sejam eles de "sacos cheios", "ineses" ou quaisquer outros que quebrem as regras da etiqueta e insistam nesse comportamento.

Isso aqui não é uma democracia. É MEU espaço e se o abro para comentários me reservo no direito de exigir, ao menos, etiqueta e decoro dos participantes.

Anônimo disse...

Espero e torça para que a Sra. Marlene consiga a guarda da Shakira. Atitudes como essas são louváveis. Gostaria apenas de mencionar que acho um absurdo o que alguns mencionaram, sobre o fato dela se preocupar com um cão e não com crianças ou idosos. Acho que cada um deve fazer seu papel na comunidade atuando junto ao que mais gosta. Eu sou associada de uma ONG que realiza campanha de adoção de animais de rua resgatados, cuidados e esterilizados, faço doações para a creche das crianças e para o asilo dos idosos e tenho uma colega que faz muito mais do que eu: além de trabalhar na mesma ONG que eu, trabalha em uma ONG que cuida de crianças carentes durante o período em que estariam nas ruas, dando reforço escolar, atividades extra-currilares, lanches e muito carinho. Agora pergunto: os que tanto criticaram a atitude da Sra. Marlene fazem algum trabalho social? Se fazem, fico feliz, mas se não fazem, aconselho a começarem por algum lado, seja trabalhando com crianças, idosos ou animais. É algo extremamente gratificante.
Mari

Sandra (Bsb) disse...

Mari e demais colegas de discussão

Perfeito o que sua colega faz: atua em 2 das maiores áreas de carência. Parabéns à ela, se puder transmitir meus cumprimentos daqui de Brasília.
Ainda chegarei lá, tão logo a situação permita, mas enquanto isso, pelo menos gostaria de registrar que muitos só se preocupam, mas nada fazem, servindo apenas como aquela medíocre e repetitiva ladainha de reprovação das condições das "nossas crianças".
Já falei em meu post lá em cima, das dificuldades absurdas pra adoção e retirada de crianças "usadas" para diversos "serviços" pelos seus familiares. Isso é revoltante!
Uma vez, me deparei com uma criança carregando um bebê (precisa dizer que os usava nesta "dramatização"????) na janela do meu carro, à noite, quando eu ia pra faculdade e tive um acesso de choro, quando estacionei o carro com a imagem que não saía da minha cabeça. Tentei, depois, que um serviço social as buscasse dali, mas me avisaram que havia a dificuldade de fazê-las entrarem no carro de resgate, porque, se o responsável por aquele absurdo visse, os impediria de ir. É muito difícil, porque esses pais precisam de sues instrumentos de trabalho que são suas crianças e dificultam de tudo quanto é jeito a tentativa de dar a eles uma vida decente.
Portanto, independente de quem sejam, Shakiras ou Joãozinhos, a justiça tem que ser igualmente exercida, não só pelos magistrados, como pela humanidade.
Por não sê-lo é que o mundo o lixo que está, tanto no caráter humano, quanto no ambiental (ecológico), do que tomaram ciência muito tardiamente, mas antes tarde do que nunca.
Mais uma vez, parabéns, Srª Marlene e que a petição que o infeliz ex-dono dela não seja jamais levada em consideração, até porque, como a srª tem provas contundentes em DVD, está explícita a intenção dessa família ao ter tomado essa atitude: virou uma questão de honra, orgulho ferido por terem sido preteridos pela justiça e vontade de dar uma boiada pra não sair da briga.
Evidente desequilíbrio deste "ser-humano" cuja alcunha é Paulo Magessi. Como não tratava bem a Shakira, que a deixe viver em paz e de forma digna, mas não tome mais isso como uma afronta ao seu orgulho, como está evidente para todos. Isso seria o correto, mas quem é desequilibrado, como este sr. e família (como se constata no DVD e relato de vizinhos: de dia, sempre tudo fechado, com luzes acesas, devido à "blindagem" causada pelas cortinas. Isso TAMBÉM não é normal, convenhamos!) demonstraram na forma de tratamento dado à ela, mantendo-a em evidente cárcere, assim como na petição para continuar a briga, não teria essa consciência. Lastimável!!!!
Isso, sim, é bastante INCONVENIENTE, pois é mais processo para ser julgado, tomando lugar de casos realmente relevantes! Que asco!
Tive conhecimento de que a cadela de 6 anos comporta-se como um filhote de 6 meses, brincando com tudo, exatamente como faz um filhote, e correndo atrás dos pombos, na praia, em suas várias saídas diárias, o que demonstra a carência de vida normal até ser salva pelo grande ser humano chamado Marlene Louveira Cavalcanti da Silva que faz de tudo, pelo que tomei ciência, para não aparecer na mída, através de matérias no papel ou na TV, enquanto a família apareceu, mostrando fotos só da Shakira, nunca juntos com ela, mostrando cartazes de protesto para as câmeras, enfim, um circo no seu sentido pejorativo. Quem assistiu ao jornal local me contou essa imbecilidade toda que fizeram, chamando atenção. Ficou bastante claro que "barraco" público os atrai e com a petição com que entraram, estendendo infelizmente a briga para a qual deram uma boiada para não abandonar, simplesmente em prol de satisfação de suas doenças psicológicas, doenças de alma, família, esta, liderada pelo pai, o "ser-humano" Paulo Magessi.
Bah, mas que "bela família", não?
Que muitas Marlenes, assim como seu marido que a apoiou, se inspirem cada vez mais em atos de grande humanidade como o dela! Isso terá frutos positivos, pois atos de coragem nunca são em vão e, sim, para dar coragem a muitos em estado letárgico por força de uma humanidade tão desumana!

Sandra (Bsb)

Anônimo disse...

TJRJ
Regional Barra da Tijuca
Processo 2008.209.020596-3
Autor: MARLENE LOUVEIRA CAVALCANTI DA SILVA
Réu: PAULO MAGESSI

Sandra (Bsb) disse...

Perdoem o desespero da escrita dela, mas ela está em estado de choque pela perda, MOMENTÂNEA, esperemos, e pela luta da cachorra pra não ir. Como se soubesse o que a espera e deve mesmo saber, já que viveu 1 ano, no inferno da varanda-cárcere. Imagine como viveu os 5 anos anteriores!!!!!!!!!!!
Entendo a dor e os 500 mil e-mails de desespero, pedindo ajuda a nós todos.
Sinto sua dor, li sobre o amor mútuo das 2, pois, como Srª Marlene diz, ela a ama ainda mais pela dor, pelo que passou!
Vi fotos do paraíso que essa cachorra passou a conhecer (filmagens, fotos, relatos e verdadeira PAIXÃO, VERDADEIRO AMOR mútuos!!!!!!!).
Como ela tem filmagens em DVD dos maus-tratos, constatação de detetive e testemunhas que nunca a viram descer (segurança do prédio) e, por isso, a guarda provisória foi pra ela, a desembargadora que, aparentemente nada viu, apenas disse que era semovente e decidiu ir buscá-la.
Meu Deus, mas que insanidade, porque há provas dos maus-tratos!!!!!!!!
Desculpem-me, mas eu tinha que trazer esta notícia ABURDA e insana
pra cá!

Apenas sinto a dor das duas....perdoem-me.

Sandra (Brasília)
.........................


PERDI A SHAKIRA ...AGORA!!!!!!VIERAM 2 OFICIAIS DE JUSTIÇA E O ADVOGADO COMJ A DONA
> SHAKIRA VOLTOU E NÃO QUERIA IR DE JEITO NENHUM!!!!
> ME AJUDE!!!!!!PEÇA PARA DIVULGAREM ISTO RÁPIDO!!!
> A DESEMBARGADORA DISSE QUE
> ELA É SEMOVENTE, E EU NÃO PERTENÇO A NENHUMA ONG ....SOU PESSOA FISÍCA E NÃO TINHA ESTE DIREITO
> NEM SE DEFENDERAM SÓ FALARAM QUE CÃO É COMO MÓVEL, APTO EU NÃO TENHO DIREITO A TIRAR-LA DO DONO QUE PAGOU PARA TER!!!
>
>
> MEU DEUS VOU MORRER!!!!!!!!!!!

Têmis disse...

Em um clima desse de histerismo é até complicado dizer.. mas EU NÃO DISSE?????

Dona Marlene, morrendo ou não morrendo o fato é que sua pretensão não tinha nenhum embasamento jurídico e o desembargador julgou corretamente. Eu já sabia que essa decisão seria reformada, pois era absurda.

Se você quer mesmo se dedicar a "ajudar" animais, então que faça uma ONG ou uma Entidade qualquer para tal. Como pessoa física você não tem direito de tirar um animal ou carro ou apartamento de outra pessoa só porque ela não cuida bem. Esse é o direito. Pode não ser justo mas é legal.

A decisão foi indefectível e de acordo com o direito. Quando disse aqui que o animal é um bem semovente não disse porque sou má ou insensível, mas porque esta é a definição do CÓDIGO CIVIL a lei que rege as nossas relações como cidadãos.

Absurdo, repito, foi o judiciário perder tempo com a guarda de um cachorro.

Morrer dona marlene? Tenha santa paciência! A senhora ficaria surpresa com o que um ser humano é capaz de suportar. Faça uma visitinha a um abrigo ou saia do recreio e dê um passeio na favela.Vais ver que tem muita gente lá que vive mesmo sem ter uma praia perto ou comida farta na geladeira. Convivem com violência, perdem filhos e ainda vivem.

Palmas para o desembargador! Vaias para o promotor que não denunciou o cara contra maus tratos e promoveu a remoção do animal como manda a legislação.

Anônimo disse...

Sinceramente,

Acho um verdadeiro absurdo a pessoa passar horas e mais horas de seu dia tomando conta da vida de um vizinho, do cachorro desse vizinho, das coisas que esse vizinho faz ou deixa de fazer e até mesmo das coisas que existem na varanda dele. Isso,é uma verdadeira falta do que fazer!!

Minha senhora e dra. advogada Luciana, só me respondam uma coisa:
- Quantas vezes vocês movimentaram o Judiciário para denunciar maus tratos a crianças, mendigos e outros mais que encontram-se, inclusive, no caminho que vocês percorrem da porta de suas casas até ao Forum? Quantas vezes vocês já se propuseram, com mesmo ímpeto a cuidar das pessoas necessitadas?Ja´perceberam que o índice de pessoas sem escola e alimentos é muito maior que o de animais e que esse boxer, com certeza, vive muito melhor que muitas pessoas em nossa cidade?
Façam uma visitinha a uma cominidade carente, ao INCA e vejam como nós somos tão "miseráveis" pois olhamos apenas para o nosso umbigo e lutamos apenas pelas causas que nos são mais convenientes e não por aquelas verdadeiramente necessárias!!
Se liguem!! Vão arrumar mais o que fazer!! Estudar, Lavar roupas, fazer faxina em casa, qualquer coisa será melhor do que isso, pois, com certeza, ao contrário de vocês, os júízes tem muito mais trabalho do que vocês, verifiquem a quantidade de feitos nos cartórios judiciais e verão que trabalho é o que não falta para eles, que, com causas muito mais complicadas e justas tem que esquentar a cabeça como os "caprichos" de uma pessoa aposentada que não tem mais o que fazer na vida!!

VAI LAVAR UMA LOUÇA!!!